segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Domingo cultural - Belém II

Mente sã em corpo são gratuitamente.

A fonte na Praça do Império ressuscita de meia em meia hora.

As bandeiras do Museu da Marinha a esvoaçar.

Tantos anos em Lisboa e não conhecia a Coluna dos Távoras, no Beco do Chão Salgado.

O céu e a luz que mais nenhuma cidade do mundo tem.

5 comentários:

  1. Jerónimos...

    O meu monumento preferido de Portugal :)

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. A coluna dos Távoras é um marco importantíssimo da nossa história. Imperdível.

    ResponderEliminar
  3. sad eyes, confesso que há tanta coisa em Lisboa que desconheço.
    vou recomeçar a visitar os museus, que são gratuitos aos domingos até às 2h.

    ResponderEliminar
  4. Gosto imenso de Belém.

    Não fazia ideia de que a fonte "ressuscita" de meia em meia hora. :s Céus, sou um alfacinha muito desatento. :D

    Pegando nas palavras do sad, a Coluna dos Távoras simboliza uma das atrocidades do grande estadista Pombal. Mesmo para a época, as suas execuções foram consideradas "bárbaras e selváticas" por vários intelectuais.

    A luz de Lisboa. São tantos os nacionais e os estrangeiros que falam dela... :)


    beijinhos :*

    ResponderEliminar
  5. é verdade, Mark, eu conhecia os Távoras, claro, mas desconhecia a existência desse monumento. entretanto, graças à internet, colmatei essa grande falha :)
    quanto à fonte, disseram-me, não fui confirmar, mas passei pela praça várias vezes e umas vezes estava ligada e outras não.
    a luz e o Tejo são indissociáveis.
    bjs.

    ResponderEliminar