sábado, 27 de outubro de 2012

Sick jokes

Gostava de saber se o meu vizinho também bate à porta da minha vizinha quando a ouve gemer às duas da manhã.

16 comentários:

  1. Crianças a chorar, gritos de orgasmos, discussões familiares a qualquer hora é aceite...

    Mas, aí do gato ou do cão se mia ou ladra na hora errada?! Infelizmente, nas 24 horas do dia são erradas para tal acontecer...

    Por isso é que os meus vizinhos com animais, gostam muito de mim, e pedem para eu falar nas alturas devidas :)

    Beijinhos Grandes

    P.S - Está melhor?!

    ResponderEliminar
  2. estava na casa-de-banho. dói-me muito, mas tem de ser. e não bebo 1,5lt de água por dia e devia beber. chorava baba e ranho, chamava pela mãezinha, gritava e ele bateu-me à porta a saber se eu precisava de ajuda. constrangedor eu a gritar 'não, obrigada!'

    ResponderEliminar
  3. Afinal foi um bater à porta com intuitos bastante positivos...

    ResponderEliminar
  4. claro q sim, João. nunca foi senão simpático. tenho tido sorte com os vizinhos, não há grandes festas, há uma ou outra obra, mas nada de especial e, mais importante, nunca ouvi grandes discussões. no geral, é um prédio pequeno bastante calmo.

    ResponderEliminar
  5. Sim, foi por boas razões.
    E claro que se eu fosse o teu vizinho não bateria à porta da vizinha nessas circunstâncias lol
    Bjs e as melhoras

    ResponderEliminar
  6. a vizinha é muito vocal :D
    obrigada, sad eyes.
    bjs.
    ps: li no blitz que o concerto ontem foi muito bom.

    ResponderEliminar
  7. Não tinha percebido.
    Depois sorri.
    Oh, Margarida, espero que melhores bem.
    Mas se precisares gritar, grita...
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Pedro, grito, pois, mas tb cerro os dentes e rosno, as dores não levam a melhor.
    e tu, estás bem?
    bjs.

    ResponderEliminar
  9. Eu sorri quando li esta frase. :) Acho que intuí o que querias dizer. LOL


    Que marota! :D


    beijinhos e as melhoras :3

    ResponderEliminar
  10. ahah, Mark, imaginando o vizinho a perguntar à vizinha se precisa de ajuda para fazer 'o amor', como diz o nuno markl :D
    obrigada.
    bjs.

    ResponderEliminar
  11. não tinha bem percebido o que tinha acontecido, só agora com as tuas respostas aos comentários. acho notável o vizinho ter-se dado ao trabalho de ir saber se precisavas de ajuda, acho que essa preocupação com quem vive ao nosso lado, é tão rara hoje em dia.

    mas também te digo, gemer por gemer, antes pelas razões da vizinha das duas da manhã ;)

    ResponderEliminar
  12. Foi um querido o teu vizinho, mas a situação é caricata lol XD :)
    Bjs.

    ResponderEliminar
  13. sim, miguel, é o meu vizinho da frente, eu gritava e gemia imenso. é verdade que o prédio tem paredes finas. terei que lhe bater à porta a dizer q estou doente e que me desculpe as gritarias.
    podes crer, gemer por amor e não por dor é sempre preferível. :)

    ResponderEliminar
  14. É daquelas situações dignas do "e esta hein?" do Fernando Pessa! ^^

    Beijinhos e as melhoras! 3

    ResponderEliminar