quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Contos sobre crianças e adolescentes

   'O rumor surdo das ondas tomou conta do peito do menino. A mãe sentou-se na areia enquanto o filho, de pé, não tirava os olhos do chão. Com suavidade, a mãe o incitou:
   - Olha o mar, querido.
   - Não posso, mãe.
   - Como não podes?
   - Tenho medo de que os meus olhos se afoguem.
   O sorriso da mulher era tristonho. Contemplou o menino como se ele, de repente, se tivesse tornado homem. Não tardaria que o seu filho, o seu único filho, transpusesse o quintal e batesse a porta. Em si confirmou o triste destino: ser mãe é, sobretudo, a saudade de ter sido mãe.

Mia Couto, A Escama

***

   'Quando Rachel teve alta para vir para casa, inventei um plano. Havia de lhe mostrar Nova Iorque. Era a cidade onde eu nascera, onde a minha mãe nascera e também o meu pai. Se Rachel visse como era espantosa, e como eu a amava, havia de decidir que talvez não fosse capaz de nos deixar. Vivíamos no nosso pequeno ninho na 18th Street, suficientemente alto para vermos o rio a transformar-se em prata fundida, quando o Sol descia no horizonte. Fiquei com Rachel ao colo, junto à janela, e disse-lhe:
    - Isto aqui é tão excitante que o teu coração nunca irá parar de bater!'

Katherine Vaz, A minha irmã Cisne

***

   'Uma vez, quando a Caramel estava a ladrar para nós, o Angel disse-me: «Deve ter acontecido qualquer coisa quando era cachorrinha que a deixou traumatizada.» E foi assim que fiquei a saber que o Angel acredita mais na nurture do que na nature. Vive só com a mãe e acha que foi ter um pai ausente que fez dele um proto-gay. Diz que é isso que Sigmund Freud pensava, também. Só que se calhar tanto ele como Freud estão errados e o ele estar apanhado pelo Brad Pitt é uma coisa que lhe está no ADN.'

Richard Zimler, Ilha Teresa

'O Tempo das Crianças, Histórias de Infância' é uma antologia de contos organizada por Richard Zimler e Rasa Sekulovic. Foram escolhidos contos de Margaret Atwood, André Brink, Dulce Maria Cardoso, Mia Couto, Junot Díaz, Nadine Gordimer, Elizabeth Hay, Lídia Jorge, Etgar Keret, Alberto Manguel, Ondjaki, Judith Ravenscroft, Ali Smith, Katherine Vaz, Patricia Volk e Richard Zimler. Os direitos de autor revertem para a organização Save The Children.

12 comentários:

  1. Gostei imenso dos trechos que escolheste. Deve ser um livro deveras interessante. A adolescência e a infância são alturas tão marcantes...
    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é, sim. emocionei-me em muitos deles, até chorei.
      o conto do zimler faz parte do romance com o mesmo título.
      bjs.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. :) estou numa fase de contos. gostei muito destes.
      bjs.

      Eliminar
  3. Também gostei muito, da ideia e das tuas escolhas. O de Mia Couto deixou-me logo rendido.
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Todos os trechos são belíssimos à sua maneira, mas o do Mia Coutro tocou-me especialmente.

    A maioria das mães sofre com o crescimento dos filhos e a sua inevitável partida para os misteriosos caminhos da vida. São pedaços de si que se vão, que se recolherão em outros braços. Pudessem ter esse dom e tornar-nos-iam crianças para todo o sempre.


    beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. a minha ideia inicial foi colocar apenas o primeiro conto com o título 'mãe', confesso-to aqui. à medida que prossegui a leitura do livro, que é pequeno, optei, também, pelos outros. podia ter escolhido mais. o livro tem contos muito bonitos.
      bjs.

      Eliminar
  5. Pára lá com esta coisa de me desencaminhar para a compra de livros, moça...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. claro que não, empresto-to quando nos encontrarmos :)

      Eliminar