domingo, 21 de abril de 2013

Bloqueio

Não é ficção, mas é de uma enorme presunção considerar-me escritora.

16 comentários:

  1. Remeto para o meu comentário acerca de algo semelhante. O facto de não conseguires escrever algo de momento não significa nada.

    Ficarás surpreendida quando sair tudo o que de bom tens em ti. :)

    beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. apenas achei a caneca engraçada...
      :D
      obrigada pela motivação ;)
      bjs.

      Eliminar
  2. De facto, és uma excelente escritora.

    Gosto de ler o que escreves :)

    Beijinhos e bom domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada, Francisco.
      um bj para o meu fã :)

      Eliminar
  3. Quando isso acontece +e uma treta!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim, mas não me sinto pressionada. não é um concurso. acabará por surgir alguma coisa :)

      Eliminar
  4. Também não me considero escritora mas, ultimamente, sinto-me "bloqueada".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é como tudo, precisa de um empurrão. esta noite desbloqueei-me :D, agora estou a limar as arestas de um próximo conto.

      Eliminar
  5. Não me parece nada presunção!
    um beijinho e uma boa semana

    ResponderEliminar
  6. A pior coisa que pode acontecer a um escritor é escrever sem motivação, como se fosse uma empreitada.
    Não compreendo mesmo aqueles escritores de nomeada que assinam grandes contratos com editoras para que escrevam "x" livros num período de "y" anos.
    Tal como encontrar a alma gémea, escrever nunca deve ser algo forçado, tem que acontecer normalmente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. detesto empreitadas.
      acaba por surgir alguma coisa. tenho um grande defeito: sou preguiçosa. finalmente, sentei-me e coloquei a ideias (muitas!) em ordem :)

      Eliminar
  7. Num dos livros da Isabel Allende, não posso precisar qual, ela fala desse momento em que passou a sentir-se 'escritora'. Depois de ter passado por muito, essa ideia cristalizou e um dia sentou-se à secretária e disse 'vou escrever um livro'. Acho que foi 'A Casa dos Espíritos' (não tenho a certeza)...

    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. qualquer dia, escrevo um livro. personagens já tenho, é só pegar numa e noutra dos contos ali ao lado e desenvolver. :)
      resta arregaçar as mangas, mas primeiro tenho que aprimorar a escrita com os micro-contos. um passo de cada vez.
      só li um livro da IA e há muitos anos.
      bjs.

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Carlos, depois de 'dar à luz' o livro que está prometido desde final do ano passado, que terá os vários contos que tenho aqui publicado e, eventualmente, outros, pensarei com mais cuidado nisso :)
      e por que não?
      bjs.

      Eliminar