quinta-feira, 25 de abril de 2013

O portugal futuro

O portugal futuro é um país
aonde o puro pássaro é possível
e sobre o leito negro do asfalto da estrada
as profundas crianças desenharão a giz
esse peixe da infância que vem na enxurrada
e me parece que se chama sável
Mas desenhem elas o que desenharem
é essa a forma do meu país
e chamem elas o que lhe chamarem
portugal será e lá serei feliz
Poderá ser pequeno como este
ter a oeste o mar e a espanha a leste
tudo nele será novo desde os ramos à raiz
À sombra dos plátanos as crianças dançarão
e na avenida que houver à beira-mar
pode o tempo mudar será verão
Gostaria de ouvir as horas do relógio da matriz
mas isso era o passado e podia ser duro
edificar sobre ele o portugal futuro

Ruy Belo, País Possível

10 comentários:

  1. Respostas
    1. forte poema.
      obrigada. para ti também.
      bjs.

      Eliminar
  2. Felizmente ainda conheceu o Portugal de Abril...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. conheceu, embora não tivesse sido muito bem tratado pela academia. o lugar de assistenta na faculdade de letras de lisboa foi-lhe sempre recusado.
      bjs.

      Eliminar
    2. assistente... enfim, escrever sem óculos dá nestas gralhas..

      Eliminar
  3. Belíssimo poema, muito apropriado aliás para esta data.
    Bjs e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. muito apropriado, sim.
      bom fim-de-semana.
      bjs.

      Eliminar
  4. Subscrevo o que disse o Arrakis: apropriadíssimo para o 25 de Abril...

    beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. serei feliz novamente neste país.
      seremos.
      bjs.

      Eliminar
  5. é dos meus poemas preferidos do RB. e, como todos os grandes poemas, faz sempre sentido.

    ResponderEliminar