sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Algumas proposições com pássaros e árvores que o poeta remata com uma referência ao coração

Os pássaros nascem na ponta das árvores
As árvores que eu vejo em vez de fruto dão pássaros
Os pássaros são o fruto mais vivo das árvores
Os pássaros começam onde as árvores acabam
Os pássaros fazem cantar as árvores
Ao chegar aos pássaros as árvores engrossam movimentam-se
deixam o reino vegetal para passar a pertencer ao reino animal
Como pássaros poisam as folhas na terra
quando o outono desce veladamente sobre os campos
Gostaria de dizer que os pássaros emanam das árvores
mas deixo essa forma de dizer ao romancista
é complicada e não se dá bem na poesia
não foi ainda isolada da filosofia
Eu amo as árvores principalmente as que dão pássaros
Quem é que lá os pendura nos ramos?
De quem é a mão a inúmera mão?
Eu passo e muda-se-me o coração

Ruy Belo, Homem de Palavra[s]

11 comentários:

  1. é um dos meus poemas preferidos do RB

    ResponderEliminar
  2. Sempre gostei muito de passarada ;)

    Beijinhos e bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
  3. Mas ele só tem poemas bons...
    Só tenho pena de não gostar de pássaros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. aqui gostas, 'os pássaros emanam das árvores', dão-lhes vida, alma! não é bonito? :) tão doce.

      Eliminar
  4. "Árvores que dão pássaros".
    Lindo!

    ResponderEliminar
  5. Lindo, como toda a sua obra. :)

    bjo.

    ResponderEliminar
  6. Ruy Belo... um verdadeiro Ribatejano!

    ;D

    ResponderEliminar