domingo, 18 de agosto de 2013

Retalhos da vida do Farrusco

O meu gato Farrusco esteve doente. Começou a emagrecer, associei à idade, os músculos começam a perder elasticidade, começa a ter artrite e deixou de comer ração seca e preferiu a húmida que comprei para a Elvira. Pensei que, com 16 anos, estivesse com problemas nas gengivas, sensíveis e os dentes com cáries. Ele detesta sair de casa, tem convulsões derivadas ao stress, faz xixi e espuma da boca mal o coloco na transportadora, por isso adio até ser mesmo necessário. Quando notei que estava mais fraco, quando deixou de comer, apenas começou a beber muita água, demasiada, achei que era altura. A Bia também bebia imensa água e tinha problemas renais, por isso pensei que o gato também tivesse isso.

Assim, meti-o na caixa, esperando pela convulsão, que acabou por não acontecer, coitado do gato, estava mesmo doente, mas não tanto que miou desalmadamente como se o estivessem a esfolar quando saímos de casa.

O veterinário olhou-o, tirou-lhe a temperatura, notou-lhe o hálito a ureia, a pele flácida, desidratado e pensou que ele tivesse insuficiência renal. Ficou internado uns dias, a soro e a antibióticos e analgésicos. Fiquei numa pilha de nervos, preocupada até saber o resultado das análises e da ecografia. Telefonaram-me no dia seguinte ao internamento, visto eu tê-lo lá deixado ao fim da tarde, e as análises estavam bem, ou seja, não tinha valores anormais para a sua idade. Confesso que só me passava pela cabeça que tivesse um problema oncológico, mais um gato...

Não me falaram dos resultados da ecografia, de modo que quando o fui visitar - um episódio engraçado, porque estava no hall deste hospital (mudei de veterinário), com montes de gente, eu à espera super-nervosa e a enfermeira-veterinária abre a porta de vidro e diz: A visita para o Farrusco! Nunca me tinha acontecido e fiquei um bocado emocionada - o veterinário que fez o exame mostrou-me as imagens no computador, enquanto me explicava. O Farrusco é um gato rijo para a idade, tomara que muitos dos seus pacientes com 16 anos fossem assim, não tem nada no estômago, nem no fígado, a vesícula biliar está bem, os rins estão, igualmente, bem, embora com formas não muito perfeitas, mas tendo em conta a idade, compreende-se, o duodeno estava com uma sombra, mas nada anormal, a não ser restos de comida. Por outra palavras, nada de massas estranhas e duvidosas.

Respirei fundo, retiraram-me um peso enorme do peito, o gato estava bem, doente, sim, mas nada de grave. Tal como eu pensei no início, tem problemas estomatológicos, com as gengivas um pouco inchadas e sensíveis. Já voltou para casa, continua a antibiótico e a analgésicos e, para além disso, come uma pasta vitamínica, tipo Centrum, que a esfrego nos dentes.

Todavia, é gato, e um gato que se preze tem um paladar apurado. Quando regressou, atacou o paté que eu tinha trazido do veterinário, um altamente proteíco para gatos e cães em convalescença. Pois depressa se fartou. Não gosta de alimentos requentados. Não gosta que a lata fique um dia no frigorífico, embora eu aqueça a comida no micro-ondas e espere que arrefeça e lha dê à boca. Recusa-se. Feitio de gato, portanto. Experimentei vários húmidos. Parece que, finalmente, acertei. O último que comprei é o Sheba com borrego e galinha, pedaços húmidos que ele comeu praticamente até ao fim (teve a ajuda das gatas, já que era muito difícil afastá-las da caixa onde ele dorme e onde eu coloquei a lata). As outras comidas apenas comia um bocadinho e deixava para elas comerem. Tenho três gatas praticamente obesas, a Elvira duplicou de tamanho nestes dias.

Amanhã terei que renovar o stock de Sheba, mas para ter o meu menino de volta, sadio e lindo, vale tudo.


 Farrusco de papo cheio com o seu boneco de estimação.

Farrusco a receber mimos da Elvira.

16 comentários:

  1. Ainda bem que o teu gato recuperou.
    Quando um gato está doente, para mim, tenho um problema acrescido se tenho que lhe dar comprimidos; até agora não tive um único gato que aceitasse facilmente comer o comprimido, mesmo misturado na comida.
    E quanto a comidas diferentes em casas de mais de um gato é outra dor de cabeça pois eles adoram comer o que é dos outros...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada, está a recuperar aos poucos.
      os gatos não gostam de tomar comprimidos, o Farrusco não é excepção. parte-se-me o coração quando tenho de o obrigar a tomar um e enfiar pela boca adentro, fica muito nervoso e tenho que o segurar bem. agora, é de 12/12 horas esta leva. as gatas bem que tentam comer a sua comida, principalmente a mais pequena, que já se nota que tem um feitio de eu quero, posso e mando e põe a pata em tudo :P

      Eliminar
  2. As melhoras do Farrusco, ficamos sempre de coração nas mão com os nossos meninos. Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Entendo a tua preocupação. O meu canito esteve sem comer uns dias e eu pensei logo que o ía perder. E nem sequer tinha dois anos ainda. Agora come como uma besta. loooooool

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :P quando comem com apetite, é uma alegria vê-los.

      Eliminar
  4. As melhoras para o Farrusco!
    Com tantos miminhos vai recuperar bem certamente. Coragem Margarida ^^

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada, Ricardo. espero que sim, é verdade, é um gato muito mimado :)
      bjs.

      Eliminar
  5. Adorei as fotos ;)

    Ainda bem que tudo correu bem ;)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) o meu menino é lindo. sim, felizmente.
      bjs.

      Eliminar
  6. Ai, Margarida, que stress... comecei a ler com o coração apertadinho.
    Ainda bem que está a recuperar e que está tudo bem.
    Nós apegamo-nos tanto a esses bichinhos, não?
    O Farrusco tem pose de LORDE. Faz-lhe uma festinha por mim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada, Rosa. sim, é um senhor lorde, o rei da casa.
      muito, mesmo muito e sofremos quando ficam doentes. são da família, não é verdade?
      vai receber uma festa como se fosses tu a dar e dá outra ao teu kibon da nossa parte e as melhoras para ele.

      Eliminar
  7. Com uma mãe e amiga como tu, não duvido da sua rápida recuperação. Ainda bem que o Farrusco está melhor. :)

    um beijinho para ti e para ele.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) sim, está a recuperar bem. hoje vai à consulta de rotina.
      bjs.

      Eliminar
  8. O Farrusco é lindo, tem uma cabeça tão elegantemente felina :)
    Fico contente que esteja melhor e que não tenha problemas de maior, daqui as uns dias está como novo.
    Mãe de gato sofre...:)
    Bjs e boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. se sofre!
      é mesmo elegante, o Farrusco, muito mimado, fui a parteira quando ele nasceu, da primeira ninhada da Bia. foi o último a nascer de quatro gatinhos e era o único escuro, os manos eram todos brancos, de modo que fiquei com ele. é o meu menino :)
      bjs. boa semana!

      Eliminar