sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Aristogatos XXIII

Encontrei um álbum de fotografias, daqueles tipo livro, que estava guardado na minha arrecadação juntamente com os livros da faculdade, cheio de fotografias dos meus gatos, tiradas na Mouraria, em finais dos anos 90 do século passado. 

O Farrusco era um gatinho lindo, muito medricas, com muito medo das alturas, ainda hoje não se aproxima do parapeito da janela e, claro, mia que nem um desalmado se eu, mesmo segurando-o ao colo, espreito pelo vidro.

Nestas duas fotos, que não têm muito boa definição, ele era praticamente um bebé, muito fofinho e brincalhão.

É incrível como já passaram dezasseis anos.


12 comentários:

  1. E, como aos anos passam tão rápido...

    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. realmente... é num piscar de olhos.
    bom fim-de-semana.
    bjs.

    ResponderEliminar
  3. Que lindo! Era realmente muito fofinho.

    beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. era uma coisinha linda. agora é um velhinho lindo e mimado :p
      bjs.

      Eliminar
  4. Ele era mesmo giro em pequenino! ^^
    Haviam de existir animais assim, sempre pequeninos ^^
    Beijinhos :3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)
      era mesmo.
      agora não sei se concordo contigo. o Farrusco era muito mansinho, mas a Elvira é uma terrorista e a Alice era um furacão. agora está mais calma. as miúdas são levadas da breca! :p
      bjs.

      Eliminar
  5. Eu recordo muito todos os meus gatos quando eram pequenos.
    E daí, eu esquecer-me a maior parte das vezes de os chamar pelo nome, pois todos, as que estão e os que já partiram os chamo sempre de "pequenin@s"...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) tenho muitas saudades dos meus dois gatos, da minha Bia e do meu Pitágoras. qualquer dia, perco este filhos deles... nem quero pensar nisso...

      Eliminar
  6. Que lindo!!! Os gatos pequeninos são irresístiveis. :)
    Bjs.

    ResponderEliminar
  7. Os gatos pequeninos são sempre giros :)

    ResponderEliminar