sábado, 12 de outubro de 2013

1997-2013

O Farrusco adormeceu ontem à noite. Deixou de comer, mantinha-se no seu canto, encolhido e triste, como que sabendo que a sua hora tinha chegado. Fiquei do seu lado enquanto levava o sedativo e a injecção.

Com ele, acaba a primeira família de gatos que tive, pai, mãe e filhote, Pitágoras, Bia e Farrusco. Tenho tantas saudades deles.

20 comentários:

  1. Lamento, Margarida.

    Ele até estava a recuperar.

    beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. descompensou de repente. o veterinário aconselhou a não tentar novo tratamento. estaria em sofrimento e voltaria ao mesmo daqui a uns dias.
      obrigada.
      bjs.

      Eliminar
  2. Oh... Que dizer...
    Nunca dei uns sentimentos a ninguém por causa de um gato, mas, claramente, trata-se de muito mais que apenas um bicho de estimação. Têm personalidade e fazem parte, como individuos e amigos, de uma pessoa. O clube oficial de fãs da Alice envia os sinceros sentimentos.

    ResponderEliminar
  3. Lamento e deixo-te um grande beijinho

    ResponderEliminar
  4. Terás sempre muitas saudades deles Margarida. pelo que sabemos, foram muitos e bons os momentos que passaste com eles. Vais guardar as boas memórias do Farrusco, como guardas de toda essa família. Eles foram, certamente, parte importante da tua vida e tu da vida deles.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. foram, sad. fiz-me adulta com eles, estiveram sempre lá, nos bons e nos maus momentos.
      obrigada.
      bjs.

      Eliminar
  5. Não estava nada à espera. Ele estava a melhorar e tudo :(
    Imagino bem o que sentes, também já passei pelo mesmo.
    Um grande beijo e força :)

    ResponderEliminar