terça-feira, 18 de março de 2014

Dos amigos

Nos dias menos bons, acordamos e perguntamo-nos por que é que nos aconteceu isto. Lutamos com todas as forças e fingimos que está tudo bem, porque muitas vezes não está. Sorrimos, dizemos que somos fortes e encaramos tudo de frente e enganamos a família, os amigos, dizemos que sim, que conseguimos ultrapassar tudo. Sim, lá conseguimos, com muita dificuldade, porque o que desejamos acima de tudo é aquela pessoa que já cá não está e que nos faz tanta falta; mesmo com muitos ombros amigos ao redor só queremos, apenas, os seus braços.

Por fim, lá acalmamos, temos pessoas que gostam muito de nós e que não nos deixam ir abaixo, que nos seguram e caminham do nosso lado para, assim, podermos sair da cama, viver um dia de cada vez e sorrir ao sol e à lua.

João, nesta fase menos boa, terás de ter muita força. Estende os braços e apanha os raios de sol. Tu consegues.

10 comentários:

  1. tão verdadeiro.
    não sei o que se passa com o teu amigo João, mas deixo-lhe um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. quando a saúde falha, não é nada fácil...
      sim, abraços de todos nós :)

      Eliminar
  2. O João é um rapaz de uma enorme sensibilidade. Com certeza, encontrará forças para superar esta fase.

    um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim, tem que arranjar. não deve desanimar. há dias cinzentos, mas também há dias solares. e estamos aqui.
      bjs.

      Eliminar
  3. É uma bela mensagem de solidariedade a que me associo.
    A força de quem não está bem é meio caminho para ficar melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. só passando, João. e todos sabemos como custa. outras coisas não são nada, nada...

      Eliminar
  4. O João já passou por alguns maus momentos na vida, mas isso só tem servido para o tornar uma pessoa mais forte. Está a passar um mau bocado agora, mas quando ultrapassar isto vai voltar a ter o seu sorriso espetacular e contagiante, continuar os seus contos e brindar-nos com a sua alegria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim, claro que sim, custa agora, mas depois passa. :)

      Eliminar