quinta-feira, 1 de maio de 2014

Pelos cabelos

 
Assim estava eu. E lá se foram. Estava farta de se prenderem no fecho do casaco, nas alças da mochila, de ter de os atar num rabo-de-cavalo de cada vez que fazia exercício, de caírem nos olhos frequentemente, o que me obrigava a colocá-los atrás da orelha.

A cabeleireira estava cheia de pena de um cabelo tão bonito e comprido ir à vida. E que corajosa eu era. Sinto-me bem leve, o cabelo nunca foi assim tão importante. É cabelo, volta a crescer.

Pedi para cortar bem curto, mas ela aconselhou-me a não exagerar. Pois ainda tem demasiado volume. Tenho para mim que daqui a duas semanas volto lá, para cortar mais umas ripas.

Especialmente para o João Roque, nesta manhã do Dia do Trabalhador ainda com a ramela no olho...

31 comentários:

  1. Respostas
    1. pois que me sinto, e mais leve. pesei-me esta manhã, menos meio quilo (ehh!, que exagero!, ;) )
      bjs.

      Eliminar
  2. Oh Margarida, é imperdoável não publicares uma foto com o "new look".
    Estou super curioso mas também certo de que te ficará muito bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. vou tirar uma foto e actualizar, não sei com sairá, mas vou ver, que a esta hora...
      obrigada, acho que sim, não foi um choque para mim, mas se a minha mãe fosse viva, teria um ataque. já estou a imaginar: 'mas o que é que tu foste fazer ao teu cabelo, ana margarida?!' :D

      Eliminar
  3. Uau! Que fixe (mesmo sem ver a cara, imagino-a com um sorriso) ficou :-D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. a cara está feliz, precisava de uma mudança, :)

      Eliminar
  4. Mulher coragem. Se cortasse o meu assim demoraria, na certa, 3 anos a crescer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o meu cresce imenso. no outono já estará pelos ombros, se eu deixar :p

      Eliminar
  5. post actualizado. agora vou matar-bichar e ir até à marginal :)
    tenham um excelente feriado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Matar-bichar é o quê? É o mata- bicho (lanche da manhã)?

      Eliminar
    2. é o verbo que inventei. mata-bicho é o que chamávamos em Benguela ao pequeno-almoço. a minha mãe usava imensas palavras de lá. mata-bicho, geleira (frigorífico) e curita (penso rápido - esta não sei se é africana, porque só nós é que a usamos, curita, que cura :) )

      Eliminar
  6. Cabelo curto tem imenso potencial, temos que comemorar com uma sessão de estuque!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. queres besuntar-me e depois eu vou correr e aquilo escorrega tudo e eu pior que o tipo dos kiss :D
      só não abdico do protector solar 50. eu que já fiz 10 km hoje na marginal. é a minha contribuição para o 1.º de maio.

      Eliminar
  7. Cabelo curto, dizia-se antigamente que era mais higiénico...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. agora fizeste-me lembrar a cena dos piolhos que apanhei aos 12 anos. foi a última vez que cortei assim tão curto. foram-se os totós.
      mas eu não apanhei piolhos agora :D

      Eliminar
  8. Respostas
    1. sim, já o lavei, depois da corrida e abateu o volume. está mais ao meu gosto.

      Eliminar
  9. Uau, que coragem.
    Eu nunca tive sequer coragem para corter o meu todo a pente.
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. olha que é uma ideia. :) não, mas mais curto e espetado é que era, mas ela lá me convenceu a não o fazer...
      bjs.

      Eliminar
  10. Obrigado, Margarida, pela actualização.

    ResponderEliminar
  11. Respostas
    1. :) dizem-me sempre o mesmo e eu respondo, volta a crescer :p
      se eu deixar. gosto de me ver assim.

      Eliminar
  12. Como o Francisco disse, o importante é que te sintas bem. :)

    um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. muito bem, gosto muito do meu cabelo curto :)
      bjs.

      Eliminar
  13. Ficou giro e o importante é que tu gostas :)

    ResponderEliminar