quinta-feira, 5 de junho de 2014

Esta manhã o sol atravessou de repente

Esta manhã o sol atravessou de repente
para o outro lado da rua - são tão sombrias

as casas quando delas se perde o nome de
alguém, tão escuros os corações dos que
ficam lá dentro para habitar a dor.

Maria do Rosário Pedreira, Nenhum Nome Depois, em Poesia Reunida, Quetzal Editores, 2.ª edição, Janeiro 2013, p. 209.

6 comentários:

  1. Respostas
    1. obrigada.
      não compreendo esses sinais... :/

      Eliminar
  2. Lindo :)
    Andei eu à procura de qq coisinha na praça da Porto Editora para fazer os 30€, para ter o desconto de 5€, e não me lembrei eu desta autora que tu de quando em vez falas (estava com 26.10€, por isso se arranjasse qq coisa a 5€ - como aconteceu - ficava ao mesmo preço).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. estava a 15 €, comprei por 10 €. e entrei também pela parte da Porto Editora. comprei 30 € e tive o desconto.
      amo a MRP :)

      Eliminar