domingo, 20 de julho de 2014

Na Terceira Pessoa

Um filme com excelentes actores: Liam Neeson, Adrien Brody, James Franco, Maria Bello. Mila Kunis tem um papel consistente. Olívia Wilde é a amante, jornalista, futura escritora (e que mulher num estonteante Valentino encarnado, capaz de provocar uma síncope do miocárdio ao coração mais saudável); Kim Basinger a ex-mulher da personagem de Liam, um escritor que, num hotel em Paris, escreve o seu próximo romance. Uma história de perdas, traições, enganos, ou melhor dizendo, várias histórias que se desenrolam em simultâneo, tendo como ponto comum a perda de um filho. E no meio tomamos consciência do que está a acontecer, uma ideia muito interessante, que, dado o naipe de actores vencedores, deveria ter sido mais desenvolvida. Achei as personagens masculinas ocas, sem sentido, as femininas são as únicas que manifestam emoção (amor, dor, tristeza). Paul Haggis realiza, a acção passa-se entre Paris, Roma e Nova Iorque, ou assim o deseja o escritor.

E deixei-me de preconceitos contra o cinema do RioSul Shopping, graças à promoção da Promofans. Até ao fim do mês, os filmes estão a 2 €. Raramente o frequentava, pois apanhei algumas desilusões, mas, ou porque o filme não tinha interesse para a miudagem ou porque fui à sessão do fim da tarde, na sala (vá, nada más as salinhas de cinema, quais cine-estúdios, pequeninas e com écrans bastante bons), éramos meia-dúzia de pessoas. E claro, cinema que é cinema tem intervalo. A foto comprova.

O kobo está sempre na mala. A ler 'Dois Mundos - Um Inimigo', do Pedro Xavier. Acabei-o esta noite e gostei muito.

2 comentários:

  1. Um filme para ver, um livro para ler...
    A minha vida anda constantemente a ser adiada...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu gosto muito do Liam, por isso achei que o filme merecia mais.
      o livro está bom. o Pedro Xavier é um rapaz muito sensível e doce, pelo menos a sua escrita revela isso. sim, gostei de ler.

      Eliminar