sexta-feira, 18 de julho de 2014

O livro do João Roque: Ilha de Metarica - memórias da guerra colonial

Em boa hora o João Roque reuniu as suas memórias do tempo militar neste pequeno livro, editado pela Index ebooks, editora do João Máximo e do Luís Chainho, que li num abrir e fechar de olhos e que eu gostei muito, pois aguardava com muito interesse o seu lançamento.

Dono de um discurso muito intimista, comovente em algumas situações, divertido noutras, pautado por reflexões sobre a guerra colonial, entre exilar-se no estrangeiro e ficar longe da família, e cumprir o serviço militar em África, o João preferiu a segunda e muito difícil escolha. Anos marcantes da vida de um jovem adulto, 'quase quatro anos da minha vida gastos inutilmente; anos importantes, dos 25 aos 29 anos, em que teria feito coisas boas e em que, com certeza, teria definido o meu futuro.' (...) 'Saí da tropa com quatro anos perdidos, é certo, mas munido de algo que não tinha - a capacidade, que desconhecia antes em mim próprio, de resolver questões graves e delicadas.' (...) 'ganhei uma autoestima e um respeito por mim próprio que ainda hoje se mantêm e que muito me tem ajudado ao longo da vida.'

Muitos parabéns ao João Roque, ao João Máximo, ao Luís Chainho, à Patrícia Relvas e, segundo li num comentário no blogue do João, parece que teremos outro livro brevemente. É verdade? :)

8 comentários:

  1. Muito obrigado, Margarida.
    Quanto ao outro livro meu, isso são "bocas da reacção", como se dizia no tempo do PREC...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) pois, pois... também dizias que este livro nunca sairia do prelo e vê lá, em meia dúzia de dias, ei-lo!

      Eliminar
  2. vou-me a ele este fim de semana. já a contar com o próximo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) vamos torcer pelo próximo, pois este livro soube a pouco.

      Eliminar