terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Dalila

  A Alice e Elvira gostam de ficar em frente à cabine do duche ou em cima da sanita enquanto eu tomo banho, à espera de entrar na cabine molhada quando eu sair. Por vezes, ainda estou a colocar um pé fora e já estão com uma pata lá dentro.
   Chega o César  e começa logo a imitá-las, com a gravidade de roer a borracha isoladora das portas da cabine. Nunca os meus anteriores felinos tinham feito tal coisa; quando muito, o Pitágoras esperava que eu abrisse a torneira do bidé para beber. Pelo contrário, a Elvira apenas brinca com a água e usa a pata para molhar no recipiente e matar a sede. Encontro um mini-lago ao redor da taça de cada vez que chego a casa. A solução foi ter uma velha toalha no chão e estar sempre a passar o pé e enxugar.
   Se o César aprendeu com as gatas a entrar na cabine do duche, foi mestre em ensinar-lhes a saltar para cima da televisão. Aliás, acho que para estas coisas, basta os gatos estarem atentos e imitam logo. Assim, é ver agora a Alice e a Elvira - mais mês menos mês terei lá a Dalila - sentadas sobre o aparelho a apreciar a paisagem da sala. E, para além disso, a Elvira passou a mirar com muita atenção o candeeiro do tecto.
   A última lição foi dada pela Dalila. Também nenhum destes gatos a sabia, nem os anteriores: aprendeu a tirar os filtros do WC. Não tira as grades de plástico, mas com aquele jeitinho tipicamente felino lá consegue enfiar as garras e puxá-los.
   Com esta pose ninguém diria que é uma reguila, a Dalila. Está a sair melhor do que a encomenda.

16 comentários:

  1. "Quem tem filhos, tem cadilhos". Assim se diz aqui no campo :)

    ResponderEliminar
  2. ó pá, isto é como as crianças, achamos que só as nossas é que fazem as gracinhas e depois vamos a ver e são todas iguais. o Fufuzinho cá de casa também tem essa fixação pelo duche, fica pregado a olhar fixamente enquanto eu tomo banho e mal abro a porta entra logo lá para dentro (sim, também se atreve a roer as borrachas das portas). além de que se gosta de refastelar nos lavatórios e na pia da loiça, a roer as torneiras.
    ontem á noite, quando me ia deitar, ele estava parado a olhar tão fixamente e durante tanto tempo a porta da rua que eu comecei a suspeitar de que estaria alguém do lado de fora. depois, claro, voltou-se como se não tivesse sido nada e foi-se embora.

    a Dalila está linda e muito bem apanhada nesta foto :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o César também abre as portas do armário da ração. tive de colocar um elástico do cabelo nas maçanetas :D
      contado ninguém acredita.
      foi sorte, apanhei-a nesta posição de prima-dona. já foi ao reforço das vacinas e portou-se melhor do que da outra vez (mordeu-me, a malandra.)

      Eliminar
  3. Mas é linda.
    Os gatos por vezes lembram-se de coisas inimagináveis...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. podes crer, cada um tem a sua mania. são todos diferentes :)
      é linda, sim, tive muita sorte com todos eles. dizes o mesmo das tuas meninas e o Miguel do seu fufuzinho :p

      Eliminar
  4. Respostas
    1. desculpa? não queres reler? em que parte do texto é que escrevo que é a foto do César? :p

      Eliminar
  5. Que pose tão catita, parece uma rainha a olhar para a câmera! ^^
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Que fofinha! :) Os gatos têm tanto carisma.

    p.s.: Vejo que o Francisco é o segundo a trocar o género aos gatitos, hehe.

    um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) se têm.
      eu juro que nunca sei quando é que o Francisco 'fala' a sério ou a brincar... :p
      bjs.

      Eliminar
  7. Já está assim tão crescida?! Tb com tantos mimos, só podem estar lindas e lindo. A dalida e o César darão uns pais giros ;)

    Parabéns
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. vês, Mark, vês? dalila e não dalida :D
      a Dalila está linda, então não vês a foto dela? quanto ao César, está gordito e anafado e a dieta.
      dariam, sim, se não fossem esterilizados :)
      obrigada, Francisco. eu faço por isso.
      bjs.

      Eliminar