domingo, 15 de fevereiro de 2015

Mister Norris muda de comboio

   William Bradshaw, o narrador, conhece Arthur Norris numa viagem de comboio a caminho da Alemanha. Assim começa a amizade entre dois homens, Will, britânico a viver em Berlim e ensinando inglês, um pouco ingénuo e bom rapaz, e Norris, um homem de meia-idade, que vive de estratagemas, entre a abundância e a penúria, e cujo secretário, Schmidt, terá um papel crucial na sua vida.
   A boémia Berlim dos anos 30 do século XX, entre o comunismo e a ascensão do nazismo, que acolheu Christopher Isherwood na sua juventude.
   Gerald Hamilton serviu de inspiração para Arthur Norris, neste romance publicado em 1935.

8 comentários:

  1. sou, como sabes, fã do Isherwood, e este foi dos meus preferidos. quer dizer, foram todos :)

    ResponderEliminar
  2. Interessante... Uma pergunta: nasce uma amizade entre dois homens "regada" de homoerotismo ou, de facto, apenas uma boa amizade desinteressada?

    um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nesta, foi desinteressada, Mr Norris é uma personagem algo sinistra e o Will, como bom observador, conseguiu apanhar muitas características. o autor tem a capacidade de desenhar 'bonecos' muito consistentes, realistas, bem como a sociedade de então.
      bjs.
      ps: responde-me tu à tua pergunta :)

      Eliminar