sexta-feira, 1 de maio de 2015

Todas as Palavras - poesia reunida (1974-2011)

Belíssima colectânea. A morte, os livros, a infância, os lugares, as palavras, a poesia, sem esquecer os seus amados gatos.

***

Theo

Às vezes o gato fitava
com estranheza
o que de nós (um excesso)
se interpunha entre nós e o gato,
a nossa presença.


~~~~

Os livros

É então isto um livro,
este, como dizer?, murmúrio,
este rosto virado para dentro de
alguma coisa escura que ainda não existe
que, se uma mão subitamente
inocente a toca,
se abre desamparadamente
como uma boca
falando com a nossa voz?
É isto um livro,
esta espécie de coração (o nosso coração)
dizendo 'eu' entre nós e nós
?

6 comentários:

  1. Uma colectânea é sempre uma oportunidade única de ter acesso ao melhor. Não deixa de ser injusto, na medida em que variadíssimas vezes, e dito pelos autores, fica de fora o que preferem da sua obra.

    um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. este livro reúne toda a sua obra poética. ele deixou-nos em 2012... cedo demais.
      bjs.

      Eliminar
  2. Conseguiu deixar uma enorme vontade de obtê-lo.
    Obrigada pela dica.

    ResponderEliminar
  3. Concordo com o Mark.
    Prefiro uma obra isolada ou então a obra integral.
    Presume-se que uma colectânea recolha o melhor mas é sempre uma escolha subjectiva...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. escolhi a palavra errada. não é uma colectânea, é mesmo toda a poesia reunida, os vários livros publicados neste único volume de capa dura, linda.

      Eliminar