sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

O conto do Eolo

   O Destino Absoluto: Apocalipse

   Olhou-se ao espelho, dos lábios gretados aos olhos vermelhos, passando pelo nariz entupido e inchado. A cabeça latejava. Para terminar em beleza, notou a borbulha na testa ao passar com a ponta do dedo. Enorme, nem toneladas de corrector conseguiriam disfarçar.
   Tentou inspirar profundamente pelo nariz congestionado, mas sentiu uma tontura e apoiou-se no lavatório, de olhos fechados.
   Ao fundo, um barulho incessante de gargalhadas e diálogos de um filme manga; ouviu um grito estridente e imaginou as garras da gata fincadas na perna da vítima, o animal bufando, furibundo, com a cauda erecta como um espanador.
   Tenham piedade de mim, só quero sopas e descanso, pensou. Canja da mamãe, isso, sim, é que me sabia bem.
   Devagar, levantou a tampa da caixa e tirou o lápis. A mão tremeu-lhe; naquele estado, nenhum risco sairia direito, constatou. Nem para desembrulhar um presente teria forças.
   Afastou-se do espelho a tempo. O espirro obrigou-o a sentar-se na borda da banheira, as lágrimas escorriam-lhe pelo rosto, a base estragada. Minha santa Mac, acode-me, soluçou.
   Levantou-se e atirou a caixa para a gaveta, fechando-a com um gesto brusco. Suspirou, impotente. Era o apocalipse. Teria de os enfrentar assim mesmo.
   Assoou-se com força, mirou-se uma última vez e saiu do quarto-de-banho.
   Minutos depois, encontrava-se numa sala silenciosa, deitado no sofá com a cabeça no colo da mãe.
   Ela aconchegou-lhe a manta, inclinou-se e beijou-o na face húmida.
   - Feliz Natal – a mãe sorriu.
   Apertou-lhe a mão, grato, e fechou os olhos.

16 comentários:

  1. Merci, muito bem jogado Margarida mas não esperava outra coisa e um lindo presente de Natal.
    Espero que estejas a ter um dia feliz cheio de doces.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. um título bem difícil, Eolo, mas ainda bem que gostaste.
      um dia bom, sim. dulcíssimo :p

      Eliminar
  2. Feliz Natal Margarida :-) e adorei o teu post, talvez de todos o mais "visual" e falo por mim, pois à medida que o lia facilmente as imagens me vinham à cabeça :-).

    E como sempre magnificamente bem escrito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. feliz natal, Limite.
      obrigada.
      o Eolo também tem uma escrita muito visual. lembrei-me de vários posts sobre maquilhagem :)

      Eliminar
  3. Gosto muito da tua escrita de Natal

    Feliz Natal

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Awww está tão bonito! É o retrato perfeito do Eolo! ^^ Adorei! Muitos Parabéns! :D

    Feliz Natal!
    Beijinhos :3

    ResponderEliminar
  5. Sabes, ainda antes de ler o conto (só o li exactamente agora), pensei que seria muito bem "jogado" juntares o Natal. E eis que...

    Gostei, Margarida.

    beijinho.

    ResponderEliminar
  6. gostei bastante. muito visual, e a escrita acompanha o feerismo da personagem. parece o arranque de uma aventura fantástica.

    ResponderEliminar
  7. Feliz 2016, com tudo de bom.
    um beijinho
    Gábi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada, Gábi! para ti também, com muitas histórias e fotos :)
      bjs.

      Eliminar
  8. Tanti auguri di Buon Anno a te e famiglia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada, :) igualmente. um excelente 2016!

      Eliminar